Total de visualizações de página

sábado, 29 de setembro de 2012

BREVE DE NOTÍCIAS DO MÊS DE SETEMBRO

O mês de setembro chegando ao fim... Vejamos alguns informes relativos à Cultura Indígena e Afroameríndia:
 
- Na comunidade de Uruaçu (município de São Gonçalo do Amarante, litoral norte do Rio Grande do Norte), organizamos um grupo de estudos da língua Tupi (o Tupi Antigo, verdadeiro idioma dos índios Potiguara do Nordeste brasileiro). Eu e um número crescente de alunos da escola municipal Joaquim Victor de Holanda, nos reunimos todos os dias para estudar nossa língua ancestral.
 
- O artista plástico Heriberto Valério Bezerril elaborou duas imagens, que serão utilizadas em meus dois livros: o primeiro, que já foi lançado de modo bem artesanal (um pré-lançamento, com poucas edições, voltado à arrecadação de verba e divulgação), e que em dezembro será lançado oficialmente: ESPIRITUALIDADE INDÍGENA E CULTO À JUREMA NO RIO GRANDE DO NORTE; e o segundo, que ainda estou organizando: ANTIGOS ESPÍRITOS POTIGUARA, TARAIRIU E KIRIRI - que será publicado, se assim Deus e a Jurema Sagrada permitirem, no meio de 2013.
 
 
Eis a capa oficial do livro, desenhada por meu grande amigo Heriberto Valério. O texto - fruto de sete anos de pesquisa contínua sobre espiritualidade indígena e Catimbó-Jurema no litoral do Rio Grande do Norte - encontra-se arquivado na Biblioteca Nacional - N° do Registro: 571.530 Livro: 1.091 Folha: 98.
 
- Pretendo publicar também um opúsculo de poucas páginas, que já está concluído, intitulado SETE RECADOS DE UM ASPIRANTE A CATIMBOZEIRO. Esse livrinho, entretanto, é de teor espiritualista, voltado especialmente a umbandistas, cadomblessistas e juremeiros.
 
- A comunidade indígena Katu dos Eleutérios, localizada no litoral sul do Rio Grande do Norte, entre os municípios de Canguaretama e Goianinha, esteve presente em um encontro regional de escoteiros, na praia de Pitangui. Luiz Katu, uma das lideranças da comunidade, discursou sobre a sobrevivência dos legítimos Potiguara e Tapuia no Rio Grande do Norte e, após seus breves esclarecimentos, apresentamos uns pontos de nosso Sagrado Toré.
 
 
Por hora é isso.
Que Deus e a Jurema Sagrada nos cubra de bênçãos! Abraços do Tapuy'ya do Ganzá.

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

23 DE SETEMBRO DE 2012: VII KIPUPA DO REI MALUNGUINHO EM PERNAMBUCO




VII Kipupa Malunguinho
Coco na Mata do Catucá
7 Anos Unindo o Povo da Jurema!

Chegamos ao nosso sétimo ano de integração dos juremeiros e juremeiras de todo o Brasil nas matas sagradas de Malunguinho. Este ciclo para nós da Jurema é de muita importância e simbolismo religioso. Sete anos de trabalhos significa um fechamento de um primeiro ciclo de força na fumaça e ciência de nosso guerreiro quilombola Malunguinho. É um ciclo de grande comemoração e que devemos nos orgulhar em poder vivenciar este momento com fé e entrega. Nós que fazemos o Quilombo Cultural Malunguinho, queremos que esta energia de cura, de paz, de afeto, de união, de consciência política, de alegria e de crescimento invada a vida de todas e todos que vinherem somar e participar deste grande encontro que a cada ano só faz crescer e se multiplicar graças à força de nossa Jurema Sagrada e de nossa luta coletiva. Vamos celebrar, a festa será digna desta data. São sete anos Unindo o Povo da Jurema!!

Quem ainda não sabe o que significa Kipupa e sua história, visite este link e tire toda as dúvidas com o texto que preparei especialmente para isso: "O Que Significa o Kipupa Malunguinho?"

Sobô Nirê!

Roteiro e Programação: 

Artistas e Mestras, Mestres convidados: Mestre Galo Preto, Zé de Teté, Grupo Bojo da Macaíba, Grupo Pandeiro do Mestre, Maracatu Rosa Vermelha, Maracatu Obá Onilu, dentre outros artistas do coco pernambucano.

7h. Saídas dos ônibus (Memorial Zumbí- Carmo Recife) e dos terreiros e municípios de Paulista, São Lourenço da Mata, Recife, Goiana etc;

8h. Encontro na Prefeitura de Abreu e Lima dos ônibus e pessoas;

9h. Chegada na mata (local do evento);

9h. e 20min. Abertura Solene com diálogo e palestra sobre Malunguinho (normas do evento);

10h. Entrega do "Prêmio Mourão que não Bambeia" aos homenageados: 

In memorian:
Mãe Marlene de Oxum Ajangurá
Mestra Jardecilha
Pai Brivaldo Alambaê
João Romão

Vivos:
Mãe Terezinha Bulhões
Dona Dora
Mãe Graça de Xangô 

11h. Entrada na mata com rituais de Jurema;

11h. e 30min. Ritual para Malunguinho com Juremeiros e Juremeiras e povo de terreiro (gira, cânticos, louvações e oferendas);

12h. e 20min. Coco na Mata com os mestres e mestras do coco e da Jurema;

18h. Fechamento e retorno do comboio de Malunguinho. 

Como se inscrever?

Local: Loja de Eliane no Mercado de São José
Valor: 10$ (Dez Reais)
Pessoas de outros Estados: Mandar dados (Nome, Instituição e Contato) para: annepenaforte@yahoo.com.br (Produção)

Local do Evento: Matas do Engenho Pitanga II, Área Rural de Abreu e Lima (Catucá).
Saída as 7h da manhã no Memorial Zumbí dos Palmares. Carmo Recife e dos terreiros e localidades de toda cidade.

Contatos e informações:

Anne Cleide - 81. 8473-1828 (Produção)
Alexandre L’Omi L’Odò - 81 8887-1496  (Coordenação)
João Monteiro- 81 9428-4898 (Coordenação)

Vejam um pouco do Kipupa do ano passado:

sábado, 15 de setembro de 2012

EMPRESÁRIOS DO SETURN HUMILHAM POPULAÇÃO NATALENSE

Depois que milhares de pessoas foram às ruas de Natal em gigantescos protestos contra o aumento abusivo nas passagens de ônibus, realizado recentemente pela coligação Micarla de Souza-SETURN; depois que o aumento foi revogado, pela Câmara Municipal de Natal, e as passagens voltaram a custar a exploração de R$ 2,20; o SETURN humilha a população natalense mais uma vez, burlando o direito à gratuidade.
 
 

Os "clientes" que utilizam cartão de passagem, ao entrar em um ônibos do SETURN, tinham o prazo de uma hora para pegar outro transporte com a mesma passagem. Era o chamado "passe livre", (termo que o SETURN e a prefeitura de Natal tentaram cooptar de um autêntico movimento popular, que luta pela livre passagem para estudantes nos coletivos, também chamado PASSE LIVRE).
Após a revogação do aumento de R$ 2,40 (graças às revoltas populares e ao oportunismo dos vereadores da CMN, que aproveitaram a ocasião para FINGIR estarem ao lado de milhares de pessoas e votarem a favor da revogação, beneficiando-se eleitoralmente), os empresários aumentaram novamente a passagem. Como? Cortando as falaciosas integrações. Agora, ida e volta custam R$ 4,40.
 
É pra aceitar calada, Natal? Claro que não!

domingo, 9 de setembro de 2012

PROTESTOS FAZEM PASSAGEM DE ÔNIBUS BAIXAR, EM NATAL / RN

Muito já foi dito nas imprensas alternativas e oficialescas norte-rio-grandenses e brasileira, sobre a revogação do aumento das passagens de ônibus em Natal/RN. Na noite do dia 27 de agosto (quase na calada da noite), a prefeitura de Natal anunciou o aumento das passagens de R$ 2,20 para R$ 2,40. No dia seguinte, muita gente reclamava - e com razão! Afinal, essa é uma tarifa absurda, um roubo, uma prezepada da parte da prefeitura e do SETURN, em detrimento do povo natalense.
 
Não demorou muito para que diversos grupos surgissem para protestar contra o aumento. Organizando-se principalmente por meios virtuais, muita gente se movimentou exigindo a revogação do aumento, fortalecendo um movimento que ficou conhecido como "Revolta do Busão". Na quarta feira, dia 29 de agosto, a Revolta do Busão foi às ruas, em uma caminhada pacífica, recebida com bomdas de efeito moral, balas de borracha e spray de pimenta por parte da PM.
 
Mas o movimento, ao contrário, aumentou. Milhares de pessoas foram às ruas na sexta feira dia 31 de agosto, em um protesto gigante que durou mais de seis horas - talvez tenha sido o maior protesto da história do município - denunciando a politicamente falida prefeita Micarla de Souza, a máfia do SETURN ("sindicato" dos empresários e proprietários das empresas de ônibus) e exigindo a revogação do aumento. Algumas pessoas exigiam o PASSE LIVRE, retomando uma velha bandeira de luta que o SETURN havia tentado cooptar.
 
Nos protestos, ocorriam o ROLETAÇO - prática na qual os ônibus são parados pelos manifestantes e só podem retomar o tráfego após muitos passageiros terem entrado de graça, nas portas dos fundos. Ocorreram também pixações de protesto e alguns poucos populares chegaram a jogar pedras em um ou outro ônibus, o que não foi nada, se compararmos a Revolta do Busão a protestos realizados em outras cidades do Brasil, nos quais ônibus são queimados.
 
 
A opinião da sociedade era diversa. Algumas pessoas apoiando os protestos, revoltadas com os abusos cometidos pela prefeitura; outras acomodadas, repetindo de boca escancarada o mesmo programa "Não adianta. Não vai baixar.", aceitaram as chibatadas no espinhaço; e outras ainda, revoltadas com o movimento, chamavam os manifestantes de vagabundos, arruaceiros, vândalos, etc.
 
Acontece que, para o bem de todos e todas, inclusive dos preguiçosos acomodados que não acreditam em mudança e para a economia dos "pobres com alma de rico" que pagariam até R$ 5,00 para ir das Quintas ao Alecrim (correndo o risco de serem assaltados em um ônibus lotado), O AUMENTO DA PASSAGEM FOI REVOGADO. Na quinta feira, dia 06 de setembro, a Câmara Municipal revogou o aumento e a passagem dos ônibus voltou a ser R$ 2,20. Até quando? Creio que até depois das eleições...
 
Após quatro consideráveis protestos da Revolta do Busão, contrariando a prefeitura e os parasitas do SETURN, a passagem voltou a ser R$ 2,20.
 
Valeu a pena protestar, rapazeada. Calamos a boca dos escravos acomodados e aplicamos em nossas veias uma dose de ânimo, que com certeza reverterá em maiores esperanças de mudança e em novos movimentos contra muita coisa que está errada nesta cidade, neste país, neste mundo. Fiquemos, porém, de olhos bem abertos: em época de eleição, os vereadores jamais iriam querer "sair mal na fita". Vereadores - essa outra casta de parasitas - geralmente fingem estar do lado do povo. De modo que não fiquemos surpresos, caso logo após a farsa das eleições a passagem aumentar para R$ 2,50.