Total de visualizações de página

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

FEITIÇO: O LIVRO DO MESTRE

"Este trabalho é fruto de intensa e dedicada pesquisa bibliográfica e esotérica.

Espero que seja útil à evolução espiritual e ao progresso de todos que dele se aproximem.

Agradeço aos Irmãos e Irmãs espirituais que me inspiram e orientam – que Deus Pai todo poderoso acrescente nossas luzes e nos fortaleça em nossa caminhada em direção ao Amor Maior.

Paz e Alegria!


Que as Rosas Floresçam!"

É com esses votos e agradecimentos que inicio meu quarto livro: FEITIÇO, O LIVRO DO MESTRE. Ao mesmo tempo um estudo e um combate às práticas de baixa magia e feitiçaria que infelizmente se encontram em muitos de nossos terreiros.

Após ter publicado com recursos próprios ESPIRITUALIDADE INDÍGENA E CULTO À JUREMA NO RIO GRANDE DO NORTE; FUMAÇA DE MATO: 15 RECADOS DE UM ASPIRANTE A CATIMBOZEIRO; e INTRODUÇÃO AOS CULTOS À JUREMA - segue mais uma publicação independente e alternativa, mais um trabalho de pesquisa sobre o Catimbó-Jurema.


Dessa vez procurei não enfatizar os cultos indígenas do Nordeste brasileiro. Abordei principalmente a Mestria de Jurema - o trabalho dos Mestres e Mestras, manifestações híbridas indígenas-afro-europeias. Segue o índice do livro (que será publicado em formato A4 e com 62 páginas):

- Homenagem ao Pai Raimundo Tavares e a sua filha de fé, a Mestra Maria Fernandes

- CAPÍTULO I – A história do Mestre Manoel Germano

- CAPÍTULO II – O diabo e os feiticeiros
Os mestres de bom coração – Livros de Alta Magia e compêndios de feitiçaria – O Maioral e os mestres das sombras – O diabo segundo a Ciência dos Magos.

- CAPÍTULO III – No tempo em que Catimbó era feitiço
A formação do Catimbó, segundo Gonçalves Fernandes – O Catimbó na Paraíba e em Pernambuco – Um trabalho “às esquerdas” – O Catimbó-bruxedo de Severino Cavalcante – As moradas dos Mestres – Os médicos sertanejos – Aspectos da influência indígena – Aspectos da influência judaica – Catimbó: o pior e mais degenerados dos cultos brasileiros.

- CAPÍTULO IV – Do Santuário da Jurema
Reflexão – Iniciação – Os sete trabalhos do mestre juremeiro – sobre o uso do cachimbo e do tabaco – Chamando os espíritos – Exercício 1: o controle do olhar e do falar – Exercício 2: sentindo a Presença Divina – Fé – Práticas: trabalhos de limpeza e proteção – Afinal de contas, quem são os Mestres? – Banho de sangue.

O lançamento será no mês de dezembro!

Salve nossa sagrada Jurema!
Que as Rosas Floresçam.