Total de visualizações de página

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

PREFEITURAS E SUAS MUTRETAS...


Nesta madrugada um tanto sórdida, vou passando para escrever um "panfleto". É que as eleições estão chegando e, com toda a baderna e desrespeitoso barulho que os candidatos andam fazendo pela rua, acrescidos das falcatruas e larápias das duas prefeituras das quais fui vítima (Natal e Canguaretama), me senti inspirado para postar algumas palavras.

Até onde me consta, o jovem prefeito de Canguaretama, Wellison Carlos, e sua equipe administrativa agiu anti-constitucionalmente contra centenas de trabalhadores do município: reduziu os salários de quase todos. Foram cortados mais de R$ 200,00 de cada trabalhador, inclusive de professores. Além disse, o jovem prefeito, tão apoiado por muitos professores que acreditavam que iria fazer coisa melhor que o ex-prefeito Jurandir Marinho - comendo em prato tão sujo quanto o do velho Jura - acabou demitindo mais de dez professores de Natal que há anos prestavam serviço à prefeitura de Canguaretama - SEM PRESTAR CONTA DE NENHUM CENTAVO. Além disso, segundo alguns amigos que moram na citada cidade, foram contratados alguns "professores estranhos" para substituir os demitidos... Professores que mal haviam terminado o ensino médio, sem qualquer preparo didático-pedagógico, passaram a lecionar em algumas escolas, com a chancela do secretário de educação e o carimbo do prefeito. Nas mãos de um irresponsável, qualquer cidade cai por terra. Canguaretama, um município tão importante para a História e a cultura do Rio Grande do Norte, vem sendo "revezada" nas mãos de prefeituras imprestáveis.

O caso de Canguaretama é comparável ao que acontece com a capital do Rio Grande do Norte - Natal, a "cidade do Sol". A prefeitra Micarla de Souza, com o seu jeito verde de governar, vem dando mostras de uma administração pública horrível: falta material hospitalar, faltam os salários dos professores (tanto dos efetivos quanto dos que contratados prestam serviço), faltam as passagens de ônibus dos servidores públicos (desde janeiro a prefeita não repassa ao TRANSPASSE o dinheiro das passagens dos professores, mesmo descontando de cada professor o valor do transporte)... E o mais interessante, a sorridente prefeita, com a velha e característica cara-de-pau de todos os políticos eleitoreiros e partidários, segue alugando imóveis beira-mar cujo aluguel custa nada menos que R$ 12.000,oo por mês. Por mais contraditório, recentemente foi inaugurada - com festa e propaganda nas ruas - uma escola municipal aqui no bairro... mas não adianta disfarçar e tentar tapar o sol com a peneira: uma escola sem professores não funciona. E como os mestres e mestras poderão lecionar com um, dois... e até cinco meses de salário atrasado? É o verdadeiro "AVANÇA, NATAL!"
Quando eu era adolescente, na década de 1990, o Partido Verde possuía propostas muito interessantes, de autogestão, socialização, ecologia, etc. Entretanto, como o mundo da política partidária sempre é muito obscuro e hipócrita, e todos os conchavos podem ser realizados na luta tosca pela obtenção do poder, o verde vai se tornando cinza, e o trabalhador permanece explorado, enganado, vilipendiado, em um Estado no qual a governadora é "socialista" (PSB) e "professora".

A população, que sustenta a vida socio-econômica com seu próprio sangue, suor e lágrimas, precisa se organizar para desenvolver novos mecanismos e novas formas de organização nas quais não possa haver espaço para exploradores. Livres de todos os tipos de parasitas, estaremos dando um grande passo na conquista dos rumos de nossas vidas. As eleições são, inevitavelmente, uma farsa estatal, visto não transformarem profundamente as sufocantes estruturas nas quais estamos inseridos. Através de eleições, muda-se o governo, o prefeito, mas o regime desigual e autoritário fundamentado na existência do Estado (seja capitalista ou comunista), portanto, embasado na exploração, não sofre quaisquer abalos significativos. Faço uso, por isso, de um velho chavão anarquista: VOTE NULO! ORGANIZE-SE SEM PARTIDO! NÃO SUSTENTE PARASITAS!

Nenhum comentário:

Postar um comentário