Total de visualizações de página

segunda-feira, 7 de maio de 2012

MESMO SEM A GREVE SER CONSIDERADA ILEGAL, PREFEITURA DE SÃO GONÇALO DO AMARANTE (RN) DESFALCA SALÁRIOS DE TRABALHADORES DA SAÚDE E DA EDUCAÇÃO


A PREFEITURA do município de São Gonçalo do Amarante (litoral norte do Rio Grande do Norte), parece ter realizado um ato até então inédito na história dos movimentos antigrevistas do Estado. O prefeito Jaime Calado (PR), em tentativa de desmobilizar os servidores da Saúde e da Educação, deu-lhes um golpe forte: cortou parte de seus salários, deixando pais e mães da família dignos, trabalhadores que lutam por seus direitos e pela melhoria das condições de trabalho na cidade, em situação de penúria.

A greve, começada em abril, segue em seu décimo sétimo dia. Até agora, não foi considerada ilegal pela Justiça - porém, independente de uma posição Superior, a prefeitura realizou este ato injusto: desfalcou o já minguado e defasado salário dos servidores. Vejamos alguns trechos do panfleto intitulado CONTRA O DESCONTO DE SALÁRIO DOS SERVIDORES DA SAÚDE E DA EDUCAÇÃO DE SÃO GONÇALO DO AMARANTE:

O prefeito agiu como um ditador. Cortou pela metade os salários dos servidores da saúde e da educação por eles estarem fazendo uma greve justa e necessária para garantir seus Planos de Cargos e Salários, gratificações e condições de trabalho. [...] Mais uma vez este prefeito mostra a sua cara autoritária e ditatorial. A Prefeitura deixa os alunos de São Gonçalo estudarem em péssimas escolas, sem ventilação, com banheiros sem higiene e em prédios caindo aos pedaços. Além disso, o prefeito reduz os gastos com a saúde, abandona as unidades e exige o cartão do SUS até para urgência e emergência, prejudicando o atendimento da população. [...] Repudiamos a ditadura do prefeito de São Gonçalo do Amarante, o senhor Jaime Calado. Exigimos a imediata devolução dos salários dos servidores da saúde e da educação. Trabalhadores não são bandidos. Lutar por direitos não é crime! Fazer greve por melhores salários e condições de trabalho é um direito!

Um dos grandes problemas políticos do Estado do Rio Grande do Norte é o seguinte: praticamente todos os municípios são dirigidos por prefeitos (as) que se consideram verdadeiros coronéis, acima da Lei, quem sabe acima de Deus. Começando pela capital do Estado governada pela prefeita Micarla de Souza - essa vem arrasando a cidade, apodrecendo a moral do PV, lidando com professores e demais servidores como se fossem servos e os eleitores de modo geral como fantoches (a maioria, para tristeza nacional, realmente vem sendo manipulada ao longo de décadas pelas imagens transmitidas pelo canal 13). Canguaretama é outro município que vive em atraso, devido as péssimas administrações públicas (que abandona remanescentes indígenas Potiguara da Aldeia Katu, deixando a única escola indígena do Rio Grande do Norte sem ASGs, com os muros caindo e sem coleta de lixo) e, agora, São Gonçalo do Amarante que, malgrado todo discurso maravilhoso que vem sendo apresentado por parte da "situação" em decorrência da construção do novo aeroporto e do "progresso" que há de transbordar na região, é em realidade uma área marcada pelo conservadorismo, pela perseguição a trabalhadores e pelo quase compulsório voto de cabresto, que todos pensavam não mais existir no Brasil.

ALÉM do desfalque salarial, outras artimanhas vêm sendo utilizadas por grupos aliados à prefeitura de São Gonçalo do Amarante, na tentiva de desorganizar (via imposição do medo e da fome), a luta dos trabalhadores. Citamos a manipulação de informações. Alguns blogs estão circulando informações caluniosas sobre a greve da Saúde e Educação, divulgando que mínimo é o número de grevistas. As atas das assembléias e as manifestações públicas provam o contrário. Em realidade, muitos são os grevistas - e maior seria o número se não houvesse tanto medo de perseguições, de transferências e, agora, de corte salarial.

OXALÁ a decisão da Justiça seja favorável às justas reivindicações dos trabalhadores do município, para que nós possamos acreditar que ainda é possível vivermos em um país e em um mundo melhores. Para que seja apagada definitivamente do Nordeste brasileiro essa imagem ultrapassada de que a região em que vivemos é área de coronéis e de jagunços.

Maiores detalhes no endereço: http://saudeeeducacaoemluta.blogspot.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário