Total de visualizações de página

segunda-feira, 16 de maio de 2011

ANIVERSÁRIO DA MORTE DE AUGUSTO SEVERO

No dia 12 de maio de 2011, foi comemorado, na praça Augusto Severo (no bairro da Ribeira), o aniversário da morte de Augusto Severo de Albuquerque Maranhão.

Augusto Severo nasceu em Macaíba, Rio Grande do Norte, em 11 de janeiro de 1864; e faleceu em Paris, França, em 12 de maio de 1902. Em 1881, Severo demonstrou crescente interesse pelo estudo do voo. Passou a observar o movimento de aves planadoras e a elaborar modelos de pipas. Oito anos depois, havia projetado um modelo de dirigível intitulado Potyguarania - que infelizmente nunca chegou a ser construído. Paralelo aos estudos aéreos, entre 1881 e 1889, Augusto Severo lecionou Matemática no Atheneu Norte Riograndense, trabalhou no comércio e foi autor de textos publicados no jornal antimonarquista A República. Em 1892, ampliando sua militância política, foi eleito deputado do Congresso Constituinte e em 1893 torna-se membro da Câmara dos Deputados Federais. Muitos de seus projetos viraram leis, através das quais contribuiu com a assistência à infância, saneamento público, dentre outros.


Dentre seus inventos, destacam-se, em 1892, na Europa, o dirigível Bartholomeu de Gusmão; em 1896, um turbo motor; e em 1901, um novo balão dirigível - desenvolvimento do primeiro Bartholomeu de Gusmão - que receberia o nome de Pax.


No dia 12 de maio de 1902, quando realizava demonstrações de seu Pax, em Paris, após ter alcançado cerca de 400 metros de altura, o dirigível explode repentina e violentamente, lançando ao solo Augusto Severo e seu mecânico de bordo Georges Saché. A tragédia foi impactante. O projeto do dirigível elaborado por Severo, porém, era revolucionário para a época e influenciou a tecnologia aérea das décadas seguintes.


O que em épocas anteriores era uma grande festa, comemorada na capital do Rio Grande do Norte, hoje é uma data quase esquecida por muita gente considerada "importante" em nossa cidade - autoridades públicas, representantes da prefeitura, a própria prefeita Micarla... quase ninguém se fez presente ao ato solene realizada por volta das 11 horas da manhã. Heroicamente, a banda de música da Força Aérea Brasileira, familiares de Augusto Severo e um grupo de alunos da escola Irmã Arcângela (bairro do Igapó) dirigidos pelos professores: Aucides Sales (membro da Fundação José Augusto) e Diego Akanguaçu (professor de língua Guarany), marcaram o evento que atraiu a presença de populares que localizavam-se na praça.


Intercalando os discursos de familiares e amigos de Augusto Severo, a banda da FAB e os alunos do professor Aucides (cantando ao som de maracás) realizaram apresentações musicais em homenagem ao cientista potiguar. Após o evento, realizamos um curto ensaio de Toré.


Temos, assim, um claro exemplo de que a "cultura de massas", tão propalada pelas mídia desinteressada dos valores de nosso povo, vem sufucando as autênticas história e cultura da sociedade norte-rio-grandense. Poucos são os que lembram e conhecem com certa profundidade a história dos nossos gênios e heróis.

Um comentário:

  1. Ministério Público da Comarca de Canguaretama instaura procedimentos administrativos para fins de apuração de denúncias em relação à Administração pública local!!!

    Desde o início desse ano o Ministério Público da Comarca de Canguaretama, vem instaurando procedimentos administrativos para fins de apuração da legalidade de alguns atos praticados pela atual gestão e sobretudo fiscalizar a prestação de serviços públicos básicos que apresentam certa precariedade no município, o primeiro setor a ser fiscalizado foi limpeza urbana, cujo o Inquérito civil n°. 15/2011, instaurado em 27 de janeiro de 2011, visa esclarecer alguns pontos em relação a sua efetividade e forma de contratação.
    Mas as investigações não param por aí, também foram abertos inquéritos civís para fins de apuração da correta aplicação de recursos oriundos do convênio n°. 34/2010-SIN firmado com o governo do Estado, visando a urbanização da orla da Praia de Barra do Cunhaú. O MP também investiga o cumprimento do TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) firmado pelo atual gestor com a representante ministerial, que tem por objeto a verificação de ilegalidades nas contratações temporárias realizadas pelo Município a partir de 2009, neste termo são traçados prazos para realização de concurso público municipal.
    E o cerco está se fechando, o Ministério Público de nossa comarca, no uso de suas atribuições legalmente constituídas também está de olho na aplicação dos recursos públicos de nossa cidade. Nosso blog aguarda ansiosamente o resultado de tais procedimentos.

    ResponderExcluir