Total de visualizações de página

quarta-feira, 6 de julho de 2011

ENCONTRO INDÍGENA NO IFRN

Ontem (05/07/2011), das 13:30 às 15:00 horas, estiveram presentes no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte - IFRN -, caboclos da comunidade indígena Mendonça do Amarelão (João Câmara / RN), membros do Grupo de Estudos Indígenas do Bairro do Igapó e da ASSOCIAÇÃO CULTURAL E ECOLÓGICA DAS COMUNIDADES TRADICIONAIS - ACECOT.



O encontro, que deveria ter sido maior e melhor, infelizmente não ocorreu conforme esperávamos - embora tenha sido planejado há um mês: no IFRN estava ocorrendo uma parada, da qual só ficamos sabendo exatamente na hora em que chegamos. Por isso, nosso Sagrado Toré não foi apresentado no auditório da instituição, mas no pátio.


Outro ponto negativo: os caboclos de Ceará Mirim, da comunidade Rio dos Índios, não puderam participar do encontro, devido a falta de lugares no transporte cedido pela instituição. Entretanto, mesmo com tantas dificuldades e decepções, não deixamos de apresentar nosso Toré para as poucas pessoas que estavam no local. A luta segue!

2 comentários:

  1. ASSOCIAÇÃO CULTURAL E ECOLÓGICA DAS COMUNIDADES TRADICIONAIS (ACECOT),beneficiará diretamente o grupo de dança de Tore ,Além disso, o projeto beneficiará indiretamente toda a comunidade do Passo da Pátria, primeiro pela iniciativa de manter viva a tradição e costumes indígenas segundo porque beneficiará o comércio local, as pousadas, restaurantes, etc, durante os eventos do projeto Turismo Na Aldeia , entre outros que serão fomentados.

    ResponderExcluir
  2. – ASSOCIAÇÃO CULTURAL E ECOLÓGICA DAS COMUNIDADES TRADICIONAIS (ACECOTO, terá em seu acervo fotografias, audiovisuais, filmes, cds,pinturas, livros, utensílios, objetos tradicionais, instrumentos de trabalho, referências sobre a organização social e o modo de vida, sobre o folclore, as festas típicas e religiosas, a dança, artesanatos, referências culinárias, artísticas e musicais, bem como quaisquer outros objetos ou referências que possam reconstituir a cultura, a história, a organização social e as tradições das comunidades indígínas no Rio Grande do norte.

    ResponderExcluir